Oficina de Escrita online

Artigos Escrita

7 ganhadores do Oscar 2018 inspirados em livros que você precisa conhecer

No último dia 04, em uma cerimônia apresentada por Jimmy Kimmel em Hollywood conhecemos os filmes vencedores do ano, mas você sabia que 7 destes foram baseados em livros? Continue a leitura para conhecer.

1. A Forma da Água

O filme mais premiado de 2018 não poderia deixar de estar nessa lista.

Richard Strickland é um oficial do governo dos Estados Unidos enviado à Amazônia para capturar um ser mítico e misterioso cujos poderes inimagináveis seriam utilizados para aumentar a potência militar do país, em plena Guerra Fria.
Dezessete meses depois, o homem enfim retorna à pátria, levando consigo o deus Brânquia, o deus de guelras, um homem-peixe que representa para Strickland a selvageria, a insipidez, o calor — o homem que ele próprio se tornou, e quem detesta ser.

Para Elisa Esposito, uma das faxineiras do centro de pesquisas para o qual o deus Brânquia é levado, a criatura representa a esperança, a salvação para sua vida sem graça cercada de silêncio e invisibilidade.

Richard e Elisa travam uma batalha tácita e perigosa. Enquanto para um o homem-peixe é só objeto a ser dissecado, subjugado e exterminado, para a outra ele é um amigo, um companheiro que a escuta quando ninguém mais o faz, alguém cuja existência deve ser preservada.

2. Dunkirk

Ganhador do prêmio em diversas categorias como, Melhor Filme, Melhor Edição e Melhor Fotografia, Dunkirk também foi baseado na história do livro.

Em 1940, no porto francês da cidade de Dunkirk, mais de 300 mil tropas Aliadas foram salvas da destruição pelas mãos da Alemanha Nazista em uma extraordinária evacuação pelo mar. Esta é a verdadeira história de soldados, marinheiros, pilotos e civis envolvidos no resgate de 90 dias que se tornou uma lenda.

Agora, a história que o primeiro-ministro britânico Winston Churchill descreveu como um “milagre” é narrada pelo autor best-seller Joshua Levine, incluindo entrevistas com veteranos e sobreviventes.

Contada do ponto de vista de quem estava na terra, no ar e no mar, o livro “Dunkirk” é um relato dramático da derrota que levou à vitória da guerra e preservou a liberdade de gerações por vir.

3. Extraordinário

Com o livro lançado em 2012, Extraordinário ganhou as telas no final de 2017. Um filme encantador, sensível e para todas as idades conquistou o prêmio de Melhor Maquiagem e Cabelo com a transformação do personagem principal, Austin.

Não existe nome mais adequado para este livro: “Extraordinário”. De leitura dinâmica, prazerosa e envolvente, “Extraordinário” conta a história de August Pullman, o Auggie, uma criança que nasceu com uma séria síndrome genética que o deixou com deformidades faciais, fazendo com que ele passasse por diversas cirurgias e complicações médicas ao longo dos seus poucos anos de vida.

Auggie foi educado em casa até os 10 anos, quando começou a frequentar o quinto ano em uma escola de verdade. Ser o aluno novo não é fácil, mas com um rosto tão diferente pode ser ainda mais difícil! Auggie vai ter que convencer seus colegas do colégio particular de Nova York que, apesar de sua aparência diferente, ele é um menino igual a todos os outros.

4. A Grande Jogada

Melhor roteiro adaptado foi o prêmio que define esta inspiração do livro para as telas.

Com pouco mais de 30 anos, Molly Bloom ganhou as manchetes dos jornais ao ser presa pelo FBI por operar fora da legalidade uma das mais milionárias mesas de pôquer do mundo.

Bonita e atraente, cortejada por homens poderosos, com um guarda-roupa de grife e montanhas de dinheiro no banco, a Princesa do Pôquer, como ficou conhecida, parecia mais uma estrela de Hollywood que uma criminosa confessa.

E foi em Hollywood mesmo que ela começou, do zero, a promover as mesas pelas quais passariam, nos anos seguintes, centenas de milhões de dólares, em partidas que aconteciam em luxuosas suítes de hotéis, para uma seleta lista de convidados dispostos a desembolsar quantias que partiam dos seis dígitos. Entre eles, astros como Leonardo DiCaprio, Tobey Maguire e Ben Affleck, mandachuvas da indústria do entretenimento, líderes estrangeiros, grandes magnatas e até mesmo a máfia russa. Memórias de excessos, glamour e ganância narradas por uma mulher que cruzou a linha que separa o legal do ilegal. Uma história única, perigosa e surpreendente.

5. Me chame pelo seu nome

Premiado com as estatuetas de Melhor Filme, Melhor ator e Melhor roteiro adaptado, Me chame pelo seu nome também está na lista de filmes baseados em livros que ganharam o Oscar.

A casa onde Elio passa os verões é um verdadeiro paraíso na costa italiana, parada certa de amigos, vizinhos, artistas e intelectuais de todos os lugares. Filho de um importante professor universitário, o jovem está bastante acostumado à rotina de, a cada verão, hospedar por seis semanas na villa da família um novo escritor que, em troca da boa acolhida, ajuda seu pai com correspondências e papeladas. Uma cobiçada residência literária que já atraiu muitos nomes, mas nenhum deles como Oliver.

Elio imediatamente, e sem perceber, se encanta pelo americano de vinte e quatro anos, espontâneo e atraente, que aproveita a temporada para trabalhar em seu manuscrito sobre Heráclito e, sobretudo, desfrutar do verão mediterrâneo.

Da antipatia impaciente que parece atravessar o convívio inicial dos dois surge uma paixão que só aumenta à medida que o instável e desconhecido terreno que os separa vai sendo vencido. Uma experiência inesquecível, que os marcará para o resto da vida.

6. O destino de uma nação

Ganhador do prêmio de Melhor Filme e também de Melhor Fotografia, O destino de uma nação está entre os livros adaptados para o cinema.

Logo após assumir o posto de primeiro-ministro da Grã-Bretanha em maio de 1940, Winston Churchill proferiu três discursos que mudaram o rumo da Segunda Guerra Mundial. São falas memoráveis que deram o tom da resistência britânica.

Com palavras, ele mudou o clima político e mobilizou uma reticente e amedrontada população. Em O destino de uma nação, Anthony McCarten analisa como isso foi possível e conta nos mínimos detalhes como foram aquelas "horas escuras" pré-guerra.

A partir de pesquisas nos Arquivos Nacionais, onde teve acesso às atas das reuniões do Gabinete de Guerra que Churchill chefiava, McCarten traz revelações impressionantes. A mais importante delas: a possibilidade real de um acordo de paz entre Grã-Bretanha e Alemanha. Pelo menos em duas ocasiões, o primeiro-ministro, apresentado à história como o maior inimigo de Hitler, disse que não faria objeções a negociações se o ditador alemão fizesse algumas concessões.


7. Todo dinheiro do mundo

O magnata do petróleo J. Paul Getty construiu a maior fortuna dos Estados Unidos - e chegou perto de destruir a própria família no processo, com o nome Getty, como um jornalista declarou, "se tornando sinônimo de família problemática". Mas o desastre precisava acontecer?

Quando Paul Getty foi sequestrado aos dezesseis anos, a notícia se espalhou pelo mundo. Mas seu avô, então o americano mais rico vivo, se recusou a pagar o resgate, ignorando o sofrimento do neto. Com os dias se arrastando dolorosamente, virou responsabilidade de Gail, a mãe perturbada, mas determinada de Paul, negociar com os sequestradores...

O que achou dessas indicações? Conhece algum? Comente com a gente.

Marcelo Spalding
00/00/0000

 

 

Acesso rápido: Oficina de Criação Literária | Curso de Escrita Criativa para não ficção

Cursos de escrita desenvolvidos pelo Prof. Dr. Marcelo Spalding - todos os direitos reservados

DEPOIMENTOS

"Gostei muito de ter participado desta oficina e também ter te conhecido. Não conseguirei expressar nessas linhas a tamanha felicidade que tive nos últimos meses. Confesso que sempre me via dentro de uma caverna, escura e fria, onde nas paredes, eu rabiscava os meus sinais. Agora, sei que lá, não só os sinais deverão sair, mas eu também, pois terei um grande caminho a percorrer com os as dicas da oficina, da gramática e da leitura."

Edgar Campanate Ferreira
Volta Redonda, RJ

mais depoimentos

 

 

Início imediato!